domingo, 19 de fevereiro de 2012

LULA DEFENDE CANDIDATURA DE PIMENTEL APÓS BRIGA COM CID GOMES

O ex-presidente Lula defendeu hoje em notícia publicada no jornal Folha de S. Paulo a candidatura do senador José Pimentel (PT) à prefeitura de Fortaleza. A defesa do nome de Pimentel feita por Lula é vista como um desagravo ao senador do PT e aumenta a intensidade da crise entre os petistas e o governador Cid Gomes. O rompimento que antes era improvável, agora é bem possível que aconteça.
Depois da troca de acusações entre o senador Pimentel e o governador Cid Gomes, durante a última semana, os defensores da manutenção da aliança do PT com o PSB não esperavam a reação de Lula que só acirra o conflito. Diante do apoio de Lula, a candidatura de Pimentel ameaça provocar verdadeiramente um rompimento do acordo que elegeu Cid Gomes e reelegeu Luizianne Lins, tornando o PSB e o PT partidos hegemônicos na política do Ceará.
Convencidos de que PT e PSB devem mesmo romper, os socialistas já preparam como alternativa para enfrentar o senador José Pimentel a candidatura do presidente da Assembleia, deputado Roberto Cláudio. Esse rompimento não programado obriga o governador Cid Gomes a avaliar com cuidado a atitude adotada por Lula, que mesmo internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, deu um jeito de tomar partido na briga entre os caciques da política cearense escolhendo o lado do PT do senador José Pimentel. Quem também examina a postura adotada por Lula são os outros pré-candidatos à sucessão da prefeita Luizianne Lins.
O confronto aberto entre o governador Cid Gomes e o senador José Pimentel movimentou a política do Ceará esta semana. Pimentel declarou em entrevista que a falta de projetos do governo estadual levou o Ceará a perder milhões em verbas federais. Nada satisfeito, Cid Gomes retrucou, chegando a dizer que entendeu as afirmações do petista como “uma declaração de guerra”.
O Governador perdeu a paciência, que costuma lhe diferenciar de seu irmão Ciro, e afirmou que “ o senador era mentiroso” ao declarar que recursos foram devolvidos aos cofres da União por falta de projetos para a habitação e para a implantação da refinaria da Petrobras.
Em nota, Pimentel afirmou que “existem recursos federais disponíveis que não foram utilizados”, mas admitiu que esse problema “depende de vários fatores, muitas vezes complexos”. Mas, Cid Gomes não gostou do que ouviu e disse que ninguém iria se passar por “bonzão” as suas custas.
Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou disso?